Perguntas Frequentes

1- A Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit vai se somar às outras que eu já pago?

2 – O saldamento em 2008 e o equacionamento de 2013 não foram feitos para equacionar o déficit do Plano BD?

3- Caso eu NÃO CONCORDE com esse desconto da Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit e queira ficar com o valor que tenho no BD Saldado, será possível isso?

4- Qual é o embasamento legal para cobrança da Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit?

5- Gostaria de saber até quando iremos pagar essa Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit?

6- A contribuição extraordinária para equacionamento do déficit será fixa?

7- Como simular a nova contribuição?

– Haverá algum desconto no contracheque ou na reserva financeira dos ex-participantes (desistentes) do Plano BD que mantêm saldo remanescente relativo às contribuições acumuladas anteriormente ao seu desligamento?

9- Posso resgatar ou transferir a minha reserva do Plano BD para não ter que pagar a Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit?

10- Posso ficar inadimplente com a Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit? Qual a consequência disso?

11 – Haverá exceções para a cobrança da contribuição?

12- O valor pago mensalmente como Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit poderá ser utilizado para abatimento do Imposto de Renda como ocorre com o valor descontado como BPS-Contribuição Assistido?

13- Seria possível optar por reduzir o valor de meu BPS ao invés de pagar a contribuição extraordinária para equacionamento do déficit?

14- Seria possível optar por deduzir a contribuição extraordinária para equacionamento do déficit da minha reserva no plano?

15- O tempo de contribuição à Previdência Oficial (INSS) antes do ingresso na patrocinadora tem relação com a Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit?
16 – Uma formalização de “Não Autorização” do desconto da Contribuição Extraordinária em folha de pagamento tem alguma validade?

17-  Posso reduzir a minha contribuição ao plano PostalPrev para compensar as despesas que terei com esse aumento de contribuição no BD?

18-  Como ficam os meus empréstimos em caso de desligamento do plano?

19- O que tem sido feito para melhorar a situação do BD?

20- Quais os direitos que tenho ao me desligar do plano BD?

21- Posso me desligar do BD e me manter no PostalPrev?

22- Quais os direitos que tenho ao me desligar do plano PostalPrev?

23- A Contribuição Extraordinária para o Equacionamento do Déficit será somada à Reserva de Poupança dos Participantes do Plano BD Saldado?

24- Por que a dívida dos Correios com o Postalis (RTSA) foi incorporada ao déficit uma vez que há ação judicial de cobrança em curso?

25- O que levou o Postalis a nos apresentar um período exato de 279 meses (23,25 anos) para pagamento do déficit?

26- Por que não posso optar por reduzir o meu BPS ao invés de arcar com essas contribuições?

27- Por que não é possível reduzir a contribuição ao PostalPrev fora do mês do meu aniversário?

28- A Contribuição Extraordinária para Equacionamento do Déficit será somada à reserva de poupança dos participantes ativos?

29-O que acontece com as Contribuições Extraordinárias dos assistidos?

30 – Seria possível manter o desconto em folha do pagamento do Seguro de Vida após o  cancelamento dos Planos?

31- Os funcionários que permanecerem no plano irão pagar pelos que saírem?

32- Se o Postalis recuperar algum dos valores que compõem o déficit, o que acontece?

33-Como faço para consultar o Plano de Equacionamento?